Em busca dos melhores chocolates!

Por Maria Cristina Horst

Tenho uma cadernetinha que carrego comigo em todas as viagens. Nela, anoto dicas preciosas de lugares a conhecer, comidas a provar e sugestão de compras, quer sejam indicações de amigos, ou de blogs que encontro na internet. E, com ela em mãos, lá vamos nós em busca dos melhores chocolates.

wp_20161206_10_47_50_pro

CHOCOLATERIE PUYRICARD– 54, Rue de la Republique, Arles, França

A Chocolaterie de Puyricard fabrica todos os seus chocolates de forma manual. “Isso representa 200.000 horas de trabalho,  1 hora 27 minutos de trabalho por quilo de chocolate e mais precisamente 1 minuto e 10 segundos por chocolate …e, 10 segundos para comer e 1 minuto para manter o gosto na boca!”

Essa loja de chocolates foi uma surpresa, pois além dos chocolates, calissons e outros produtos típicos da Provence, tem chás  e bebidas especiais.

http://www.puyricard.fr

CACAO SAMPAKA– C/ Consell de Cent, 292, Barcelona, Espanha

Essa marca esta entre as minhas prediletas, muitos sabores inusitados (adoro os com pimenta!) e cacau vindo das mais diferentes partes do mundo. Pertinho do Passeio de Gracia. Vale a pena um pequeno desvio no passeio para tomar um café e saborear os deliciosos chocolates.

http://br.cacaosampaka.com

CONFISERIE FLORIAN DU VIEUX NICE– 14, Quai Papacino, Nice, França

Foi inaugurado em 1974 após a aquisição da antiga Chocolaterie  Florian, fundada no século XIX e que Matisse era um frequentador regular.

A Confiserie du Vieux Nice, foi renovada em 1994 , com os mesmos gostos e as mesmas especialidades. Produz uma variedade de frutas e flores cristalizadas, damascos, angélica, abacaxi, cerejas, pêssegos, peras, ameixas, melão…

Mas, como minha busca era por chocolates, lá encontrei os deliciosos chocolates com flores. Saborosos e perfumados!

c__data_users_defapps_appdata_internetexplorer_temp_saved-images_2_1nice1

http://www.confiserieflorian.com

CHOCOLATE LINE – Simon Stevinplein, 19, Bruges, Bélgica

Adoro essa marca (na verdade é meu chocolate predileto), criada por Dominique e Fabianne Persoone, que fabrica chocolates gourmets, desde 1992.

É uma marca moderna, que produz  chocolates em combinação com sabores inusitados, como balsâmico, basilicão, chá verde…e a apresentação é impecável.

Tem também, o batom de chocolate e as deliciosas pílulas, que acalmam até um dragão!

2014-06-24-1979_1
Chocoate Line, na Simon Stevinplein, 19 – Bruges

http://www.thechocolateline.be

CHOCOLATE STEPHAN DUMON-Simon Stevinplein 11,  Bruges, Bélgica

A história de Dumon Chocolatier começa em 1992, quando Stephan Dumon começou com muita dedicação, uma produção em pequena escala de trufas artesanais para padarias e chefs de pastelaria nas proximidades de Torhout (nos arredores de Bruges). Em 1996, a mãe de Stephan abriu sua própria loja exclusiva no ‘Eiermarkt’ no centro da cidade de Bruges. Em 2008, um novo grande passo foi dado,  com um conceito totalmente novo, foi inaugurada num local inesquecível de Bruges medieval: Simon Stevinsquare, uma loja que combina o melhor dos chocolates com a cultura italiana do café.

Um ótimo lugar para tomar um expresso e comprar excelentes chocolates.

http://www.chocolatierdumon.be

CHOCOLATE LEONIDAS – Bélgica e mais de 50 países

Fundada em 1913, na cidade de Ghent, pelo grego Leonidas George Kestekides, a marca de chocolates esta espalhada hoje por toda a Bélgica e em mais de 50 países. É uma das maiores da Europa. Não posso dizer que é um chocolate gourmet, mas a qualidade é incontestável.

http://www.leonidas.com

2014-06-23-1926

GODIVA – Bélgica

Essa marca é queridinha dos brasileiros, e na Bélgica, encontramos por todos os lados. Fundada em 1926, em Bruxellas, por Joseph Draps, descendente de uma tradicional família de confeiteiros. Joseph desenvolveu um chocolate rico, suave, de alta qualidade e moldado em pequenas conchas. O nome foi ideia da sua esposa, para fazer uma associação elegante ou até uma homenagem à lendária Lady Godiva, que há mais de 900 anos cavalgou nua pelas ruas pequenas de Coventry, cidade inglesa próxima a Londres, em uma tentativa de interceder junto ao marido, o duque Leofric, a favor dos moradores para que reduzisse os impostos. Com isso, a bela moça se tornou símbolo do proibido e inalcançável. A ideia da família era ligar a marca de chocolates à elegância e requinte da nobreza inglesa, transformando essa lenda em algo real, comestível, desejado e de sabor único.

São deliciosas as frutas passadas no chocolate e apresentadas em cones para serem beliscadas durante o passeio.

http://www.godiva.com/

2014-06-23-1944

 

 

 

Ir atrás dos melhores chocolates do mundo também significa passear por lugares que poderiam facilmente ser os mais belos do mundo:

2014-06-23-1932
Antuérpia

2014-06-30-2047

laue

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s