Buenos Aires- Informações gerais (Câmbio, transporte, celular e internet)

Por Maria Cristina Horst em Dezembro de 2016

 

CÂMBIO

Visitamos Buenos Aires em meados de Dezembro (2016) e como sempre, cada vez que chegamos lá, o câmbio é uma surpresa. Dessa vez, trocar dinheiro foi uma Epopéia…Nunca tivemos problemas em trocar dólares ou reais em outras visitas, mas dessa vez foi tão complicado que, embora tenhamos levado dinheiro, para fugir do IOF do cartão de crédito, acabamos desistindo de trocar uma parte.

Em novembro, nosso sobrinho esteve por lá e nos disse que o câmbio no Banco de la Nacion, para a troca de reais, não estava favorável (3 pesos para 1 real), então deixamos para trocar no centro, ao invés de trocarmos no banco no Aeroparque, quando chegamos numa sexta-feira.

Sábado– Pois bem, o dia seguinte era sábado e, ….ninguém aceitava dólares ou reais fora do Aeroporto. Muitas casas de câmbio fecharam. O câmbio no Banco do Comércio estava 4 pesos para 1 real, e 15,10 pesos para 1 dólar, assim como no escritório que fazia câmbio no Hotel…. Decidimos trocar parte de nossos dólares no Banco do Comércio no Shopping Recoleta Mall, e aguardarmos até segunda-feira para trocar o restante.

Segunda-feira- Então….depois de muita fila, descobrimos que a agência do Banco de la Nacion em Palermo,  só trocava dólares….nos mandaram à agencia central, ao lado da Casa Rosada. Depois de outra fila, não aceitaram fazer o câmbio sem o carimbo de entrada no país….muito interessante, pois na outra agência do mesmo banco, trocamos os dólares com nossas identidades. Imagino que não tenha uma regra única, depende de cada agência, cada atendente!

Terça-feira-  Lá vamos nós, com nossos passaportes e os reais…dessa vez não havia fila, porém quando saímos, tinham mais de 15 pessoas atrás da gente. O câmbio estava favorável 5 pesos para 1 real. Chegamos na hora certa! Mas….acreditem: trocavam apenas R$1.400,oo por dia! Estávamos com a família, tínhamos que pagar o hotel e alimentação para todos, por uma semana! Desistimos! Ou nossos dias de descanso se transformariam em filas no banco. Usamos o que havíamos trocado dos dólares para taxi e pequenos pagamentos e nos rendemos ao IOF do cartão de crédito!

Resumindo: com essa última visita aprendi que, mesmo perdendo um pouco no câmbio, devemos comprar no Brasil um pouco de pesos para a chegada e levar uma parte em reais e outra em dólares, e, é claro, o cartão de crédito desbloqueado para uso, pois lá sempre é uma surpresa! Embora o Banco de la Nacion estivesse com a melhor cotação, sua fila não compensava, e o IOF do cartão acabou ficando mais barato que a diferença cambial dos outros bancos e casas de câmbio.

TAXIS, TREMS, METRO E AFINS

  • Taxis na rua -Em Buenos Aires, assim como o câmbio,  também é sempre uma surpresa, mas isso acontece aqui no Brasil também! Dessa vez, nenhuma nota falsa de troco! Mas também, nenhum aceitavam reais, dólares ou cartões! Infelizmente apenas 2 motoristas de taxis que pegamos eram esclarecidos, os outros, apenas cumpriam seu serviço de levar ao endereço.

Gostamos muito de conversar com os taxistas, desde que sejam conversas inteligentes, é claro!

  • 99 Taxi– Não funciona por lá.

 

  • UBER – Embora tenha  Uber, nenhuma vez conseguimos chamar. Sempre dava a mensagem que havia muita procura e que as tarifas estavam, 1,3, ou 1,5 mais caras e nunca completava a solicitação.

 

  • Easy Taxi– Esse aplicativo funciona bem em Buenos Aires, mas, diferente do Uber ou 99Taxis, não aceitam o cartão de crédito também.

 

  • Metrô– O metro de Buenos Aires esta trabalhando com cartões de transporte para carregar com valores em pesos. O cartão custa 25 pesos e cada passagem esta 7,5 pesos. Fora no final de semana, sempre estava muito cheio. A linha 1, que era um atrativo turístico por ser a mais antiga e ainda funcionar com os antigos vagões, foi reformada e agora a atração são os modernos vagões. Bom para os portenhos!!

 

  • Ônibus– Tanto os ônibus municipais, como os metropolitanos, utilizam o mesmo cartão de transporte do metrô.

 

  • Trêm – Não posso afirmar sobre todas as linhas que saem de Buenos Aires. Já havia feito um passeio até o Tigre, de trêm, sem problemas. Dessa vez, pegamos o trêm para Pilar, pois precisava ir até uma criadora de cachorrinhos que morava em um dos condomínios do município. Foi uma experiência “única”, o trêm estava detonado e mal frequentado, ficava até imaginando uns “surfistas de trêm” tipo Central do Brasil!

 

  • Remises– Essa foi a primeira vez que utilizei um Remise, e na verdade nem tinha idéia do que era, até chegar na Ferroviária de Pilar, pedir informações de como poderia chegar ao endereço que eu tinha, e me responderem para caminhar 1 quadra, e eu encontraria uma Remiseria que poderia dizer como eu chegaria lá. Foi engraçado, pois perguntei ao Luiz Ernesto, o que era um Remise, e ele me respondeu: veremos quando chegarmos la!! Pois bem, Remises são carros particulares, que não tem uma cor distinta e não tem taxímetro. Eles não podem recolher pessoas na rua, apenas podem pegar reservas por telefone ou em uma Remiseria. As tarifas são parecidas com a dos taxis.

Embora o carro que pegamos estivesse detonado, tinha ar condicionado, o motorista foi muito gentil e nos aguardou em nossa visita. Trêm em BUE nunca mais!!

 

CELULAR 

Embora no site da  Tim, conste a tarifa ligações feitas a partir da Argentina, nenhum dos celulares Tim funcionou em Buenos Aires. O  da Vivo , funcionou perfeitamente. Oi  e  Claro, também anunciam cobertura na Argentina. É bom conferir antes de viajar. Acho importante um celular habilitado no estrangeiro para uma emergência.

INTERNET

Conexão em Buenos Aires pela internet é muito fácil. A maioria dos restaurantes, bares e padarias fornecem. Muitas áreas públicas também possuem conexão aberta, como nos arredores da Casa Rosada e na pracinha de Palermo!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s